Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘águas de coimbra’

O presidente da empresa municipal Águas de Coimbra (AC) foi constituído arguido hoje, pela Polícia Judiciária, soube o “Campeão”. A situação processual de Jorge Temido é idêntica à de Paulo Canha, anterior líder da AC, desfrutando ambos da presunção de inocência.

Os dois gestores (Paulo Canha é, hoje em dia, administrador da sociedade Águas do Mondego por indicação da Câmara Municipal de Coimbra) foram constituídos arguidos no âmbito de um inquérito aberto pelo DIAP – Departamento de Investigação e Acção Penal (Ministério Público). Nos termos do Código de Processo Penal, é obrigatória a constituição de arguido logo que, correndo inquérito contra pessoa determinada em relação à qual haja suspeita fundada da prática de crime, esta prestar declarações perante qualquer autoridade judiciária ou órgão de polícia criminal.

Beba mais desta água no Campeão das Províncias

Read Full Post »

Contrariando o que foi anunciado pela Águas de Coimbra, o famoso programa informático da empresa municipal continua a funcionar em sistema gota a gota. Um mês depois do lifting, o sistema, instalado no  PC Sony, teima em congelar o acasso à base de dados. A anomalia foi verificada, esta manhã, na Loja do Cidadão, onde a eficiente funcionária da CMC, ao serviço da AC, era obrigada a fazer varias tentativas para conseguir cobrar mais do que 4 facturas seguidas.  O povo é quem mais espera pela desejada melhoria dos “serviços de atendimento e cobrança”.  Viva a  certificação de qualidade.  O melhor é abrirem a torneira e irem comprar um carimbo à Pais Martins. No passado era assim e funcionava.

Read Full Post »

“Ele perfilou-se pela coligação “Por Coimbra”, ela ingressou na praça de 8 de Maio – Filha de ex-candidato a uma Junta vence concurso na CMC”

“Uma filha do homem que, em 2005, se candidatou à presidência de uma Junta de freguesia pela coligação “Por Coimbra” venceu, na altura, o concurso inerente a uma oferta pública de trabalho para contratação de um técnico superior de segunda classe, apurou o “Campeão”. Tratou-se de um procedimento concursal para dotar a Divisão de Turismo da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) de um técnico, pelo período de um ano (renovável), em regime de contrato de trabalho a termo certo. A celebração de contrato de trabalho ocorreu a 10 de Outubro de 2005 (dia a seguir ao das eleições autárquicas). A presidência da tal Junta foi conquistada por um autarca do PS.”

Este  fantástico Shot foi servido por Rui Avelar, numa gentil oferta do Campeão das Províncias

Read Full Post »

“Comissão quê? – Estava a cerimónia destinada a assinalar o restauro de um dos fontanários do Casal da Misarela no início quando o presidente da Junta de freguesia de Torres do Mondego teve um «lapsus linguae».”

“Em vez de saudar Jorge Temido como líder do Conselho de Administração da empresa municipal Águas de Coimbra, António Cardoso saudou-o como presidente… da Comissão Administrativa. Na conjuntura por que passa a AC, a braços com um inquérito a cargo do Ministério Público, o lapso do autarca tem que se lhe diga…

Jorge Temido, que fingiu não ter ouvido chamarem-lhe “presidente da Comissão Administrativa” da Águas de Coimbra, fez questão de superar o embaraço, mas acabou por também cometer um lapso. Dirigiu-se “aos colegas da Administração”, tendo-se esquecido que o Conselho por ele presidido tem apenas dois membros há perto de meio ano. Refeito do lapso, Jorge Temido levantou os olhos para Poente e saudou Paulo Canha, seu antecessor na presidência da AC. No contexto, o gesto de Jorge parece significar saudades da liderança de Paulo. Será? É provável, tanto mais que Canha, hoje em dia administrador da sociedade Águas do Mondego, passou, na semana transacta, várias horas na Águas de Coimbra.”

Bebido no Campeão das Províncias

Read Full Post »

.

“Janela (in)discreta – A um ano de eleições autárquicas, a inauguração da remodelação da rede de abastecimento de água à freguesia de Torres do Mondego e a ampliação da rede de saneamento básico foi pretexto para festa.”

 

“O povo foi chamado a cortar fintas e as senhoras de cabelos brancos foram seleccionadas, cuidadosamente, para as fotografias da praxe. O esmero era tanto que alguém recomendou para não estragarem o momento. Desmancha-prazeres, o editor do diário As Beiras nem se dignou publicar uma foto. O do Diário de Coimbra publicou, mas preteriu a das mulheres idosas. Resta esperar pelas edições de fim-de-semana dos dois diários para vermos se haverá mais imagens publicadas. Se não houvesse – pois estamos em crer que haverá – quem ia ficar «mal na fotografia» era o pessoal do Gabinete de Comunicação e Imagem da Águas de Coimbra. Mas não nos perguntem porquê.”

Foto retirada do Campeão das Províncias, com a devida vénia e um sorriso para o passarinho.

 

Mais fotografias, de 4ª para 5ª, aqui

 

 

Read Full Post »

 

“Vice-presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz constituído arguido – Ex-vice-reitor põe em xeque a licenciatura de Lídio Lopes”

 

“Eduardo Santos, antigo vice-reitor da Universidade Internacional da Figueira da Foz (UIFF), declarou ao “Campeão” que o outrora reitor Carlos Santos nunca homologou as equivalências atribuídas ao então aluno Lídio Lopes, entretanto constituído arguido ao abrigo de um inquérito em que o Ministério Público (MP) está a deslindar suspeitas sobre a sua licenciatura em Gestão.

Hoje em dia, vice-presidente da Câmara da Figueira da Foz e líder local do PSD, Lídio Lopes, instado pelo nosso Jornal, declinou pronunciar-se sobre o caso.

Carla Murta, mulher do vereador desde meados de 2008 e ex-secretária-geral da UIFF, também foi constituída arguida.

Aberto no final de 2006, o inquérito tanto pode ser arquivado como dar azo à dedução de acusação a um ou a ambos os arguidos (que desfrutam da presunção de inocência).

Caso a procuradora titular do processo entenda deduzir acusação, qualquer dos arguidos pode requerer a abertura de instrução. Numa eventual fase de instrução, cabe a um juiz reiterar a acusação do MP ou proferir despacho de não-pronúncia.

Ouvido pelo “Campeão”, Eduardo Santos, professor associado da Faculdade de Psicologia da Universidade de Coimbra, insistiu que o Conselho Científico (CC) da UIFF não procedeu a votação nominal em sede de apreciação da atribuição de equivalências.

“A acta tinha de ser lida e aprovada na reunião seguinte do CC”, acentua o ex-presidente daquele órgão.

Antes de ser nomeado para dirigir a Polícia Judiciária do Porto, o procurador João Romão assinalou que os autos comportam matéria susceptível de integrar a suposta prática de ilícitos criminais.

A investigação foi conduzida no sentido de apurar eventuais responsabilidades dos arguidos no contexto da atribuição a Lídio Lopes de equiparação ao grau de bacharel.

O ex-aluno encontra-se sob suspeita de ter praticado o crime de usurpação de funções. Segundo o Código Penal, incorre neste ilícito quem praticar acto próprio de uma profissão para a qual a lei exija título ou preenchimento de certas condições, arrogando-se expressa ou tacitamente possuí-lo ou preenchê-lo sem o possuir ou não as preencher, sendo punido com pena de prisão até dois anos ou multa até 240 dias.

O arguido foi formador de um curso de “Protocolo autárquico”, ministrado pela Universidade Internacional da Figueira da Foz.

Carla Murta, jurista, está indiciada pela suposta autoria de falsificação de documento e de abuso de poder.”

 

…coisas que acontencem, sempre que Rui Avelar vai dar um passeio pela zona marginal da Figueira da Foz

Read Full Post »

CMC: Pina Prata antecipa regresso

O vereador Horácio Pina Prata cancelou a suspensão do mandato e irá participar, segunda-feira, na próxima reunião da Câmara Municpal de Coimbra (CMC), soube hoje o “Campeao”.

A antecipação do regresso do edil prende-se com o agendameto de uma alteração dos estatutos da empresa municipal Águas de Coimbra (AC).

O autarca, cujo mandato estava suspenso de 06 de Outubro a 04 de Novembro, acabou por só não participar na primeira reunião camarária do presente mês.

Grande bomba! Rui Avelar não pára!

Veja o que vai mudar

 

Read Full Post »

Older Posts »